Política
Publicada em 06/01/17 as 14:01h - 77 visualizações
Prefeito de Diadema bloqueia terminal em protesto contra cobrança por integração.

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

O prefeito de Diadema (SP), Lauro Michels (PV), liderou nesta quinta-feira (5) manifestação contra a cobrança pela integração entre os sistemas municipal e metropolitano nos terminais da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos). O chefe do poder Executivo municipal chegou a bloquear a entrada da estação com seu carro particular.

+ Linhas intermunicipais de ônibus em São Paulo serão reajustadas no domingo

Na última quarta-feira (4), o governo estadual confirmou que irá encerrar a gratuidade na baldeação nos dois terminais metropolitanos da cidade: Diadema e Piraporinha. A partir de domingo (8), será cobrado R$ 1 pela integração. As duas estações registram grande fluxo de passageiros em razão do Corredor ABD, que liga o ABC Paulista aos bairros São Mateus, Jabaquara e Brooklin, em São Paulo.


Durante o ato, Michels fez críticas ao prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), e afirmou que o início da cobrança pela integração é consequência do congelamento das tarifas do Metrô, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e dos ônibus municipais na capital paulista. "Se em São Paulo querem fazer demagogia não dando reajuste na tarifa de ônibus, não é Diadema que vai pagar a conta, não. Não é a nossa cidade que tem que pagar a conta do prefeito João Doria."




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Evolução e Mulher Determinada
Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados