Política
Publicada em 06/12/16 as 18:10h - 143 visualizações
Mesa diretora do senado volta atrás e mantém o cargo de Renan Calheiros

Rafael Madjarof


 (Foto: Divulgação)

O senado apresentou nesta terça-feira (06) um recurso para reverter a decisão judicial do STF que, na véspera, suspendera seu presidente, Renan Calheiros, acusado de peculato.

Calheiros foi suspenso pelo juiz Marco Aurélio Mello, que aceitara uma medida cautelar apresentada pelo partido de oposição Rede Sustentabilidade. A mesma sustenta que uma pessoa que enfrenta um processo judicial, como Calheiros, não pode permanecer na linha de sucessão presidencial.

O senador é o segundo na linha sucessória presidencial, depois somente do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Segundo a advocacia do Senado a ordem de suspensão de Calheiros, viola a separação de poderes e representa um enorme risco para o andamento normal dos trabalhos legislativos. Por isso que se pediu a revogação do pedido de suspensão atribuída ao senador.

Na semana passada o Supremo decidiu julgar Calheiros por "peculato" (malversação de recursos), o senador foi acusado de desviar dinheiro público para pagar pensão alimentícia de uma filha nascida de relação extraconjugal.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados