Política
Publicada em 09/11/16 as 17:53h - 96 visualizações
Donald Trump derrota Hillary Clinton e é eleito presidente dos EUA

Rafael Madjarof


 (Foto: Divulgação)

O candidato republicano Donald Trump venceu a democrata Hillary Clinton, e se tornou o 45 ° presidente dos Estados Unidos da América. A vitória por 279 votos a 228 contrariou a todas as pesquisas que mostravam uma vitória da democrata. A vitória foi apontada pela Associated Press (AP)  na manhã desta quarta-feira (9).

O anúncio do triunfo do democrata foi feito após o término das contagens dos votos no estado de Wisconsin, quando Trump atingiu a 276 votos, ultrapassando a marca dos 270 votos, quantidade mínima para vencer a eleição no colégio eleitoral. Aos seus simpatizantes o presidente-eleito disse que governará em favor de todos os americanos.

Um ponto que foi fundamental para a vitória de Trump foi o fato de ele ter vencido em cinco dos chamados "swing states", ou seja aqueles estados em que não se tem a tradição histórica de pender para nenhum dos partidos. O republicano derrotou Hillary em Ohio, Florida, Pensilvânia, Carolina do Norte e em Wisconsin, neste último estado a vitória veio de maneira inesperada, pois os levantamentos indicavam ampla vantagem da democrata.

A vitória do empresário trouxe um cenário de tensão no mundo tudo, pois todas as bolsas de valores asiáticas registram quedas significativas, em Tóquio o índice Nikkei registrou forte queda de 5,36%, o peso mexicano entrou em desvalorização de 13%. Já as bolsas europeias registraram ligeiras altas. No Brasil o Ibovespa caiu em 3%, em compensação o dólar subiu para R$ 3,2153.

A vitória de Trump, trás um diagnóstico totalmente imprevisível para o cenário norte-americano e mundial para os próximos anos. Isso porque o republicano tem posturas que vão de contramão ao que vem sendo executado pelo presidente Obama.

Ao contrário do Obama, o empresário apresenta propostas de cunho xenofóbico e isolacionista, um dos principais pontos tocados pelo recém-eleito presidente é uma fiscalização ferrenha no que se diz respeito aos imigrantes, onde disse que deportará 11 milhões de imigrantes ilegais e barrar totalmente a entrada de imigrantes muçulmanos nos Estados Unidos, além de prometer uma construção de um muro na divisa com o México para evitar a infiltração de hispânicos ilegais,

Outro ponto contraditório é o retrocesso do apoio às políticas favoráveis a sustentabilidade, em seu projeto de governo o republicano indicou que cancelaria os acordos de Paris de combate à mudança climática. Além disso declarou que cancelaria o financiamento americano aos programas de combate ao aquecimento global da ONU.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Evolução e Mulher Determinada
Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados