Sábado, 29 de Abril de 2017

Buscar   OK
Política
Publicada em 07/06/16 as 17:46h - 114 visualizações
Rodrigo Janot pede prisão de líderes do PMDB
O partido na frente do Brasil também se mostra na frente das investigações

Natan Silva


 (Foto: Divulgação )

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP), do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), todos por interferência nas investigações relacionadas a Operação Lava Jato.

O caso ainda será analisado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF. No caso de Jucá, Sarney e Renan, o pedido se baseia na delação premiada de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, onde os peemedebistas sugerem, em gravações. intervenções nas investigações, e ainda os aponta como destinatários de R$ 70 milhões de reais em propina (R$ 30 milhões para o presidente do Senado e R$ 20 milhões para os outros dois). Já o pedido para Cunha se deve as interferências nos trabalhos da Câmara, uma vez que a suspensão do deputado não surtiu efeito prático.

Questionados, o advogado de Sarney, Renan e Jucá , Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que "não havia nada que justificasse uma medida como essa". Já o presidente afastado, não se manifestou.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Entrevistas com vereadores do ABC eleitos em 2016
Parceiros
Evolução e Mulher Determinada
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados