Política
Publicada em 31/05/16 as 12:13h - 141 visualizações
Vereador Marcelo Lima otimista fala sobre sua aliança com Orlando Morando
Marcelo acredita que com sua experiência junto ao planejamento de governo de Morando conseguirá se avançar e desenvolver o melhor projeto que atenda as necessidades da população

Luisa Lucia da Silva


 (Foto: Divulgação)

O vereador Marcelo Lima falou com exclusividade ao Jornal Divulgação Exata. O solidarista é casado e pai de duas filhas, nasceu e cresceu na cidade de São Bernardo do Campo, é formado em Gestão Publica e, atualmente, acadêmico em Direito. Decidiu ainda jovem, que precisava ajudar a sociedade, então em 2008 com foi eleito vereador com 3.906 votos e se tornou o parlamentar mais jovem a representar a população de São Bernardo do Campo. Nas eleições de 2014, candidatou-se a Deputado Estadual atingindo 35.061 votos.

Em 2012, foi reeleito e teve seu trabalho, reconhecido e aprovado pela população da cidade, com 6.445 votos, sendo o candidato mais votado do PPS e o segundo mais votado da cidade entre os 635 candidatos que concorreram à eleição. Marcelo deixou o PPS, para lançar seu projeto rumo ao paço, mas retirou na última quinta-feira (19), a sua candidatura para apoiar o projeto de Orlando Morando e poderá vir a ser seu vice.

Divulgação Exata - Porque o vereador retirou sua pré-candidatura e decidiu apoiar o deputado Orlando Morando?

Marcelo Lima - Nós tomamos essa decisão ao entender que juntos poderemos ganhar a eleição ainda no primeiro turno. Estamos muito preocupados com algumas candidaturas aliadas ao PT. Entendendo que tanto a candidatura do Orlando, quanto a minha, seria uma candidatura de oposição ao atual governo, esse modelo de governo muito ruim para a cidade, nós entendemos que a união nesse momento seria importantíssima para ter a cidade como a verdadeira oposição ao PT. Também, tendo em vista que o Orlando está preparado para governar a cidade pelos próximos quatro anos.

DE - Depois do seu anúncio ser divulgado pelos jornais, houve uma grande repercussão da população de maneira positiva, mas um parlamentar se manifestou de maneira critica. Como você avalia essa posição contrária a sua aliança com o Orlando?

ML - Eu não vi nenhuma avaliação negativa. Apenas a fala de um vereador, de São Bernardo, que eu não citei em nenhum momento, pois aqueles que eu citei na matéria não tiveram coragem de debater a minha fala. Acredito que o vereador, por ser "de primeiro mandato", por ele ter sido assessor do Orlando Morando, do Alex Manente, ele ainda não conseguiu desvincular-se dessa questão de assessoria. Ele fez o papel de assessor para essas pessoas, por uma falta de experiência eu o perdôo por isso.

DE - Como está composta a sua bancada, quantas pessoas você tem ao seu lado nessa nova chapa?

ML - Comigo tenho o Solidariedade e o Partido Ecológico Nacional (PEN) cada partido tem 42 candidatos aliados. Somamos esses dois partidos com os oito do Orlando, totalizando mais de 360 candidatos. Esperamos chegar ao início da campanha com 10 partidos ao nosso lado.

DE - Há quanto tempo o senhor  vem planejando a sua pré-candidatura?

ML - Desde o começo, nós fazíamos uma discussão avançada com a população sobre o plano de governo, queríamos ouvir primeiro a população e apresentar um plano a altura antes de falar sobre campanha eleitoral. Neste momento estamos fazendo uma transição com o grupo do Orlando, acoplando as ideias para um novo planejamento, formando um único plano de governo.

DE - O seu compromisso com o Orlando é apenas para essa eleição ou vocês estenderão para além do mandato?

ML - Nós temos esse compromisso para que possamos ganhar essa eleição e governar juntos. Não é um compromisso pontual, é um compromisso para muito tempo. É como um casamento, não sabemos quanto vai durar, mas vamos lutar para que seja longo.

DE - O senhor recebeu convite dos outros candidatos para ingressar na chapa como vice?

ML- Conversamos com todos, até com o PT por questão de respeito. A política demanda conversa, nós não podemos deixar de conversar. Somos todos homens públicos e representamos a população de uma maneira ou de outra. No sentido de convergência, nós achamos que o Orlando tem realmente o melhor caminho, a disposição de incorporar o nosso plano de governo, que já havíamos discutido com a população de São Bernardo, e que vamos juntos apresentar a população em agosto, para podermos governar juntos, pensando numa cidade melhor. Temos a convicção que o Orlando é o candidato mais preparado para a disputa e para a gestão que a prefeitura de São Bernardo precisa.

DE- Como o vereador que conhece as necessidades da cidade. Quais serão a prioridades do plano de governo ?

ML - Nós precisamos trabalhar esses 4 anos para finalizar as obras paradas que o prefeito Luiz Marinho (PT) irá deixar. São inúmeras obras que estarão paralisadas por falta de orçamento, sem nenhuma prioridade. Nós vamos trabalhar para equipar os aparelhos públicos, por exemplo, hoje temos muitos hospitais bonitos, mas não temos um bom atendimento, médicos, remédios, enfermeiras, equipamentos. Vamos trazer a população um atendimento decente, tanto na saúde, como na educação. Trabalharemos incansavelmente para finalizar todas as obras que vão ficar.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados