Palanque Político
Publicada em 01/02/16 as 13:48h - 178 visualizações
Marinho diz que entrega museu quando o ministério da Cultura parar de ser incompetente

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

No seu último ano à frente do Executivo de São Bernardo, Luiz Marinho (PT) voltou a culpar o Ministério da Cultura pelo atraso do Museu do Trabalho e Trabalhador, que foi prometido para janeiro de 2013, com o objetivo de enaltecer a trajetória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A Pasta federal havia assinado um convênio com o governo Marinho em 2011 para a realização da obra, na antiga sede do Mercado Municipal, na região central da cidade, próximo ao prédio do Paço. O complexo teve os serviços abandonados em junho de 2014, quando a empreiteira Construções e Incorporações CEI, responsável pelas obras, deixou o projeto. Ao todo, as intervenções já custaram R$ 18,8 milhões, aos cofres públicos.

Irritado, Marinho criticou duramente ao setor da Cultura, que é comandado pelo seu colega de partido Juca Ferreira.

Em novembro, o prefeito já havia criticado a União pelo atraso. O prefeito atacou o Ibram (Instituto Brasileiro de Museus), que é vinculado ao Ministério da Cultura e tem por finalidade avaliar programas e ações do setor museológico no País.

Em meio ao impasse com a equipe do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), Marinho solicitou em abril mais R$ 4,5 milhões ao governo federal para concluir o museu. A liberação não foi confirmada pela União, que não vê necessidade de aporte adicional ao projeto. O Portal da Transparência da União indica que o último repasse foi confirmado em fevereiro de 2015.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Evolução e Mulher Determinada
Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados