Sábado, 29 de Abril de 2017

Buscar   OK
Palanque Político
Publicada em 01/02/16 as 12:46h - 264 visualizações
Lucia Dal’mas critica governo Paulo Pinheiro e diz que funcionários fantasmas participaram da campanha que elegeu o prefeito

Julio Cezar Green


 (Foto: Divulgação)

Funcionários fantasmas recebiam grandes salários da prefeitura de São Caetano do Sul. Nomes que deveriam estar atuando na administração de Paulo Pinheiro, mas que na verdade, não aparecem na prefeitura e praticam outras funções em horário comercial.


Moacir Guirão, assessor do gabinete do prefeito com salário de R$19,999,00, é pai do diretor de transportes do município, Moacir Guirão Junior, mas na realidade, o assessor trabalha em um despachante.


Para a prefeitura, Guirão está de licença Premium desde 01 de Outubro de 2015, situação que nem mesmo o funcionário tinha conhecimento.


Fábio Leandrini, outro funcionário fantasma trabalha em uma agência de turismo, mas para a prefeitura, ele esta cadastrado na secretaria de esportes do município. Na agência, Fábio atua vendendo cruzeiros de Zumba, e recebe da prefeitura mais de 6 mil reais.


A vice-prefeita de São Caetano, Lucia Dal'mas que rompeu com Paulo Pinheiro, falou sobre o ocorrido na prefeitura e diz lamentar pelo acontecido.


Como avalia o escândalo de funcionários fantasmas, amigos do prefeito Paulo Pinheiro?

Péssimo, vejo como vergonha, velha política, aquela que desonra em ser eleitoral. Uma cidade que sai em rede nacional apontada pela corrupção, só posso lamentar. Fico surpresa que quem está prestando esclarecimentos sobre o escândalo, é um secretário que foi nomeado em janeiro/2015, que por não ter participado da administração desde o início, acaba falando o que desconhece. Para conhecimento do secretário, em agosto de 2013, protocolei ofícios em todas as secretarias, solicitando o quadro de funcionários com nome, horário, local de serviço e salário e foi negado pela administração. Em 2014, através de insistentes ofícios, consegui após respostas desencontradas da administração, que fossem exoneradas três funcionárias fantasmas. É fácil sair na foto quando passa a ideia que aqui é o País das Maravilhas.


Conhece os funcionários que foram denunciados? Eles participaram da campanha que elegeu o prefeito?

Sim, conheço a maioria. Dos quais apareceram na reportagem, dois eu nunca tive contato. Os demais que foram exonerados  que eu vi nas publicações legais, eram do que chamávamos de antigo PMDB. Três participaram da campanha, Moacir Guirão, Fabio Leandrini e Leandro Pirchio


O que acha da justificativa do prefeito em relação a isso?

A justificativa dada pelo secretário  que falou em nome do prefeito vejo infundada, pois quem nomeia, assina as portarias é o prefeito, então como não sabia? Assinou sem ler? Não tem como justificar a ausência desses funcionários, a cidade é pequena, um conhece o outro, não é com uma grande administração que não se conhece os funcionários em especial os de cargos de confiança. E os secretários que assinavam as frequências desses funcionários, também não percebiam as ausências?


O que tem a dizer em relação ao que o prefeito destaca que as suas declarações são com fins eleitorais?

Infelizmente, ele esqueceu todo o compromisso de campanha, esqueceu que iríamos governar juntos para a população. A minha conduta, meu compromisso para com as pessoas que deram o voto também para mim continuou o mesmo, eu rompi com o prefeito e não com a população, venho pregando transparência,  trabalhando para os munícipes, denunciando os abusos desta falta de gestão, participando das reuniões dos conselhos levando as demandas da população, andando pelos próprios públicos, acompanhando as obras maquiadas e atendendo a população, portanto não preciso fazer deste ano um palanque político, faço trabalho limpo e honesto desde o dia que jurei perante a população de São Caetano em 01/01/2013, coisa que ele esqueceu e delegou aos outros.


Com esse escândalo de funcionários fantasmas e outros problemas que a cidade enfrenta como acha que o prefeito conseguirá agir ao meio de uma crise que o Brasil enfrenta? 

Se tivesse pulso firme, deveria ter feito a varredura na folha de pagamento assim como nos contratos superfaturados, acertaria os erros e vícios das gestões anteriores e  não permitiria nessa. Com certeza as despesas do município seriam menores, e enfrentaríamos essa crise de maneira mais amena. Falta e faltou "Compromisso", a vaidade e a soberba derrubaram  essa gestão.


A redação tentou contato com o Prefeito Paulo Pinheiro, com o secretário de Governo Nilson Bonome e o secretário de Comunicação Fernando Scarmelloti, mas não obteve resposta até o momento.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Entrevistas com vereadores do ABC eleitos em 2016
Parceiros
Evolução e Mulher Determinada
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados