Palanque Político
Publicada em 29/01/16 as 15:29h - 311 visualizações
Charles D’Orto terá de pagar R$ 123 mil à União

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

O empresário Charles D'Orto (PTC) terá que pagar R$ 122.991,75 ao Tesouro Nacional o valor é equivalente a irregularidades encontradas pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), que reprovou contas de sua candidatura a deputado estadual, em 2014. Porém a decisão, não impede a candidatura de D'Orto ao Paço de Ribeirão Pires, em outubro.

Segundo o acórdão do TRE-SP, houve comprovação de despesa e arrecadação de receitas de fonte não declarada pelo candidato, o recebimento de doação sem a identificação do doador e a arrecadação de recursos de fonte vedada, isto é, de entidades que são concessões públicas que, segundo a lei eleitoral, não podem fazer doações.

O recurso de fonte vedada ao qual o documento é referente a uma doação de R$ 2.350 feita pela Mercedes D'Orto Loterias Ltda, ligada ao estabelecimento no nome da falecida vereadora de Ribeirão e irmã de Charles D'Orto. Outros R$ 120.641,25 são mencionados no processo assinado por Jorge como "despesa não declarada" e "ausência do doador originário", ou seja, sem proveniência explícita nos recibos da campanha.

No ano de 2014, Charles D'Orto recebeu 11.821 votos, destes 3.968 foram em Ribeirão Pires. O desempenho chamou atenção de lideranças locais. Ele fora sondado pelo PSDB para ser candidato a prefeito pelo partido, porém, não houve acerto. O PTC já o lançou como pré-candidato ao Paço em outubro. 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados