Palanque Político
Publicada em 22/01/16 as 17:47h - 190 visualizações
Vereadores da Oposição criticam vinculo da prefeitura com a Coaf

Rafael Madjarof


 (Foto: Divulgação)

Os vereadores da oposição de São Bernardo anunciaram no dia 21/01, que questionarão formalmente o governo do prefeito Luiz Marinho (PT) sobre o convênio com a Coaf (Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar), que está sendo investigada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público por suspeita de fraude e superfaturamento no processo de compra de merenda. A empresa, que fornece suco de laranja às escolas da rede municipal desde 2010, já teve seis integrantes do corpo diretivo presos, e é investigada em outros municípios.

O episódio foi evidenciado no ultimo dia 18, quando aconteceu a abertura da Operação Alba Branca a partir de investigação em Bebedouro, no Interior do Estado, onde está localizada sede da Coaf. A polícia apurou que a empresa fraudou processo licitatório em inúmeras prefeituras paulistas e deflagrou busca e apreensão de documentos em administrações com vínculo com a cooperativa. Entre esses documentos apreendidos estão os do o convênio fixado pela ex-secretária de Educação de São Bernardo, Cleuza Repulho (PT).

O Presidente do PPS de São Bernardo e vereador, Julinho Fuzari atacou a postura do atual secretário da Pasta, Paulo Dias (PT). Porém o titular da administração afirmou que não vê motivos para romper contrato com a cooperativa. Fuzari ainda complementou dizendo que existe possibilidade de a licitação ter sido dirigida na cidade, por isso a Prefeitura tem de esclarecer.

Os também oposicionistas Juarez Tudo Azul (PSDB) e Pery Cartola (SD), já confirmaram que irão elaborar formalmente um questionamento que deverá ser votado no dia 06/02, quando retornarão os trabalhos legislativos.

O vereador Pery Carola, disse que mesmo com a quebra de contrato com a Coaf, nada acontecerá as crianças das escolas públicas. "Nossas crianças não podem ser prejudicadas novamente, nesse caso especifico seria o fornecimento de suco de laranja integral, vamos avaliar tudo com calma e tomar as providencias corretas para não afetar as redes de ensino."

O vereador falou que não foi nenhuma surpresa, mais um escândalo petista em São Bernardo. "Isso não é novidade na gestão do PT , tem que ser muito bem  apurado , a empresa fraudou processos licitatório em inúmeras prefeituras paulistas, e tem um convênio fixado pela ex - secretária de Educação de São Bernardo."

As autoridades informaram que, ao todo, 22 convênios entre prefeituras e a Coaf estão sendo investigados, detalhando que o processo de investigação deverá ser avançado a partir das oitivas com integrantes da cooperativa, que acontecerão a partir da próxima semana.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Evolução e Mulher Determinada
Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados