Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

Mundo
Publicada em 10/07/18 às 14:05h
Crianças presas na caverna da Tailândia são salvas por mergulhadores

Maik Uchoa


 (Foto: Reprodução / Thai Navy SEALs)

Presos há mais de 15 dias na caverna de Tham Luang, localizada ao norte da Tailândia, as 12 crianças e seu treinador tiveram suas vidas salvas pelas operações feitas pelas equipes de resgates, nesta terça-feira.


Os resgatados foram encaminhados aos hospitais próximos, e de acordo com os agentes de saúde o prazo para que eles tenham alta médica seja no prazo de pelo menos uma semana. O motivo é que eles precisam ter avaliações para não correrem riscos e não oferecerem o mesmo às outras pessoas.


 Nas últimas semanas, os 12 garotos do time de esporte, acompanhados de seu treinador se abrigaram em uma caverna em busca de segurança durante uma chuva forte. Por ter, aparentemente, um espaço suficiente para que eles se acolhessem, permaneceram ali de forma obrigatória já que em seguida o local foi inundado, passaram alguns dias considerados desaparecidos.


Uma das primeiras ações dos estudiosos foi drenar a água do local,  os 10 mil litros por hora não foi o suficiente para que outras providências não pudessem ser tomadas. Os garotos se adequaram nesses dias, aos 800 metros  e pelo menos ao 1 km de profundidade que a caverna ofereceu.


Os especialistas também enviaram mergulhadores para alimentar as crianças, além de montar o plano estratégico de salvamento, esse que duraram três dias e teve sucesso com a retirada das vitimas aos poucos, conforme as limitações dos profissionais, dos presos e também  do próprio local.

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados