Mulher
Publicada em 04/01/16 as 16:23h - 190 visualizações
Superação e determinação no cenário político brasileiro

Amanda Souza


 (Foto: Divulgação)

Publicitária, psicóloga e, atualmente, deputada Federal pelo PSDB. Esta é Mara Gabrilli. Aos 48 anos, em 2015, ela assumiu seu segundo mandato como deputada Federal e foi eleita para ocupar o cargo de Terceira Secretária da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados.

A vida política de Mara começou após ela sofrer um acidente de carro, há 21 anos. Mara passou cinco meses internada - dentre os quais dois em respirador artificial - e a partir daí está sob nova condição de vida: a impossibilidade de mexer seu corpo do pescoço para baixo.

Após o acidente, foi a primeira titular da Secretaria da Pessoa com Deficiência da Prefeitura da capital paulista e também vereadora na Câmara Municipal de SP. Empreendedora social, fundou em 1997 a ONG "Projeto Próximo Passo", com o objetivo de promover a acessibilidade e o desenho universal, pesquisas para cura de paralisias e projetos de inclusão social para atletas com deficiência. Em 2007, a ONG se expandiu e transformou-se no Instituto Mara Gabrilli (IMG). Dentre as ações do Instituto, está o projeto "Cadê Você?", que localiza pessoas com deficiência em comunidades carentes e oferece recursos para melhorar sua qualidade de vida. Em outubro de 2008, o IMG trouxe uma cientista indiana para trocar experiência com a pesquisadora da USP Lygia Pereira, o que resultou na primeira linhagem brasileira de células-tronco embrionárias, a BR-1.

Como secretária, desenvolveu dezenas de projetos em diversas áreas: infraestrutura urbana, educação, saúde, transporte, cultura, lazer, emprego, entre outros. Em atuação na Câmara Municipal de São Paulo desde fevereiro de 2007, protocolou 43 Projetos de Lei que trarão mudanças na cidade para melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Como deputada federal, protocolou projetos de lei e foi autora de emendas em projetos do Governo, como no PRONATEC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), no Plano Nacional de Educação e no Programa Minha Casa, Minha Vida.

Apesar de estar paralisada do pescoço para baixo, Mara realiza exercícios em aparelhos especiais para ter uma qualidade de vida saudável. Dentre estes aparelhos existe um que possibilita que a deputada caminhe sobre uma esteira. Ele está disponível na AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) e na Rede Lucy Montoro, em São Paulo, que segundo Mara, são instituições de excelência na reabilitação de pessoas com deficiência, mas infelizmente, nem todo mundo no país tem acesso a estes tipos de aparelhos.

"Você vai por aí Brasil a fora e nosso próprio Ministério da Saúde dificulta para que outros Estados tenham equipamentos como este, que é básico, as pessoas querem andar. É bom fisicamente e para a auto-estima. É andar. Aí o Ministério da Saúde diz que não existem comprovações científicas suficientes no Brasil pra poder permitir que um deputado coloque uma emenda parlamentar e espalhe equipamentos desses. São 45 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência e infelizmente a reabilitação no nosso país ainda é miserável. Você vê por mim. Eu não mexo do pescoço pra baixo, sou uma deputada federal, vou toda semana pra Brasília, tenho uma saúde de ferro, estou sempre sorrindo e nunca estou cansada. Por quê? Porque eu tenho oportunidade, me exercito. Todo brasileiro deveria ter este direito", contou Mara Gabrilli em entrevista ao Programa do Jô, da Rede Globo.

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados