Esporte
Publicada em 25/08/17 as 15:09h - 41 visualizações
Jogos Regionais do Idoso começam com medalha para Santo André
Campeonato disputado em Praia Grande teve início nesta quinta-feira; cidade conquista terceiro lugar em dança de salão

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

Começaram nesta quinta-feira (24), no município de Praia Grande, os Jogos Regionais do Idoso (JORI). O torneio, que será disputado até domingo (27), conta com 30 cidades na disputa por 14 modalidades. Com a meta de ficar entre os primeiros colocados, Santo André já começou com o pé direito. Durante a cerimônia, a modalidade de dança de salão foi disputada pelo grupo Ritmos da Alma, que faturou o terceiro lugar.

O JORI classifica atletas, equipes e cidades para os Jogos Abertos dos Idosos (JAI), que ocorrem em outubro, em Sertãozinho. Santo André já inicia os jogos como uma das principais delegações do torneio. Vice-campeã no último ano, chega ao litoral com 74 atletas em seu plantel.

De acordo com a secretária adjunta da Secretaria de Esportes e Prática Esportiva, Lais Elena Aranha, o objetivo é ficar entre os cinco melhores colocados. "A delegação de Santo André ficou em segundo lugar no ano passado, é uma delegação forte. Os jogos são muito importantes para que eles tenham constantes atividades. Temos o JOTISA (Jogos da Terceira Idade de Santo André), com um número grande de participação e a prefeitura dá todo apoio, mesmo em um momento complicado. Dentro do que temos, procuramos apoiar ao máximo", contou a adjunta.

Uma das atletas da delegação andreense é Sandra Regina Santana. Professora aposentada de educação física da rede municipal, Sandra compete diversos jogos pela cidade desde 1974. Agora com 60 anos, faz sua primeira participação no JORI, onde disputará a modalidade de vôlei. Para a atleta, o suporte dado pela Prefeitura para que as atletas possam se preparar não é apenas fundamental para os resultados, mas sim para a saúde dos idosos. "É importante que a Prefeitura continue dando apoio para os atletas, porque caso contrário muitas pessoas acabam parando. O apoio tem que continuar. As pessoas estão gostando e estão aderindo, sem contar que para a saúde é muito bom", disse Sandra.

Na avaliação do treinador das equipes de vôlei adaptado e atletismo, Antônio Marcos Marin Marim, as equipes da Prefeitura vêm em constante crescente, apesar do pouco período de treinamento. "Tivemos um tempo curto de preparação. As equipes treinaram apenas duas vezes por semana, mas ainda assim melhoramos em alguns pontos. O pessoal tem muita vontade e tem muita gente boa nesse meio com a ambição de estar seguindo o trabalho", afirmou o treinador.

No total, 2.210 atletas participam dos jogos. A competição contará com divisão por faixa etária: atletismo e natação, categorias A (60 a 64 anos), B (65 a 69), C (70 a 74), D (75 a 79), E (80 a 84) e F (mais de 85); tênis, tênis de mesa e vôlei, classes A (60 a 69) e B (mais de 70); bocha, coreografia, dança de salão, malha, truco, buraco, damas, dominó e xadrez, categoria única (mais de 60 anos).




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados