Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

Cidades
Publicada em 08/06/18 às 15:12h
Justiça Eleitoral cassa mandato de vereador de São Paulo
Prefeito José Auricchio Jr também está envolvido nas investigações

Matheus Godoy


 (Foto: Reprodução)

Nesta quinta-feira o vereador Camilo Cristófaro (PDB) teve seu mandato cassado pela 1ª Zona Eleitoral de São Paulo. A decisão foi tomada pelo juiz Francisco Shintate, que se baseou na denuncia por fraude eleitoral na captação de recursos.

 

O advogado de defesa Alexandre Rollo afirmou que irá entrar com um recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) assim que a sentença sair no Diário Oficial da União.  

 

Em abril desse ano, o Ministério Público Eleitoral havia pedido ao juiz paulista a cassação do membro do legislativo paulista. Camilo teria utilizado dinheiro ilícito em parte do total declarado à sua campanha eleitoral: cerca de 14%.

 

A Justiça Eleitoral constatou que o valor foi repassado por uma idosa de 80 anos, moradora de Jundiaí. Essa senhora também teria feito "doações" para outros políticos da grande SP, incluindo os da região do Grande ABC. Um deles seria o prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PSDB).

 

"Foi feita quebra do sigilo dela e ela não tinha lastro, menor condição. Desempregada, doente e na fila da casa própria", declarou o promotor eleitoral Luiz Henrique Dal Poz em entrevista ao portal G1.

 

Ainda de acordo com Alexandre Rollo, toda a doação está declarada e com recibo eleitoral. "Temos confiança que conseguiremos reverter essa situação, não concordamos com a cassação de um vereador acusado por causa de um valor desse, foi tudo feito como manda a lei", declarou. 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados