Cidades
Publicada em 03/06/16 as 15:28h - 280 visualizações
Criança de 10 anos é morta pela PM depois de perseguição policial

Rafael Madjarof


 (Foto: Divulgação)

No dia 02 de Junho, um garoto de 10 anos suspeito de furtar um carro, foi morto em confronto com a Polícia Militar, no Morumbi, na zona sul paulistana. Junto da criança morta foi apreendido um adolescente de 11 anos, que é suspeito de ter participado do tiroteio com a PM.

Segundo relato da PM, os policiais faziam uma ronda na altura do número 835 da rua José Ramon Urtiza quando viram um carro furtado na região. A perseguição se iniciou após o menor ignorar a abordagem feita pela PM, a perseguição só se encerrou após o veículo colidir com um ônibus duas vezes.

O menor de 11 anos relatou a PM, que foi procurado pelo amigo de 10 anos, o garoto mais novo falou ao mais velho que estava armado e o convidou para roubar um prédio no Campo Limpo, também na zona sul. Segundo o jovem ele não queria ir participar do roubo, mas foi ameaçado e obrigado.

O menor de 10 anos assumiu o volante, enquanto o companheiro ficou no banco traseiro, o colega não sabia trocar as marchas do carro e logo passaram a ser perseguidos por policiais militares. Segundo ele, o amigo não respeitou a abordagem policial e efetuou dois tiros para fora.

Após as batidas no ônibus, o menino de 10 anos atirou na direção dos PMs, momento em que houve o revide. Ele foi atingindo na cabeça e morreu no local. O outro menino sofreu apenas escoriações na face decorrentes das colisões do carro no coletivo.

A ocorrência foi levada ao 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi), embora esteja sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo, a polícia comunicou a ocorrência ao Conselho Tutelar e à Vara da Infância e da Juventude e que o DHPP instaurou inquérito de morte decorrente de oposição à intervenção policial.

A mãe do menino de 11 anos, que o acompanhou na delegacia, já teve passagem pela polícia, e o pai dele está preso.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados