Cidades
Publicada em 27/01/16 as 16:07h - 190 visualizações
Mortes por acidentes de trânsito caem 21% no ABC

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

O número de mortes causadas por acidentes de trânsito caiu 21,3% no Grande ABC em 2015 em comparação com o ano anterior, segundo dados da SSP (Secretaria da Segurança Pública). O registro de ocorrências viárias também caiu em 30,2% no período, conforme as prefeituras. Diante do crescimento da frota, que no ano passado chegou a 1,7 milhão de veículos na região, especialista credita à instalação de radares e à Lei Seca a diminuição dos índices, e não ao investimento em infraestrutura das prefeituras, que foi nulo nesta gestão, conforme o Diário denunciou em reportagem no domingo.

Segundo a SSP, foram 125 vítimas fatais no ano passado, contra 159 ocorrências em 2014. Os dados levaram em consideração os casos de homicídio doloso e culposo por acidente viário.

Apesar da redução de 33,8% em seus índices, São Bernardo registrou no ano passado o maior número de óbitos. Foram 71 em 2014, contra 47 registros no ano passado. Em Santo André, por sua vez, teve em 2015 26 mortes, mesmo número de 2014.

Já  em São Caetano e Mauá apresentaram queda de 20% (de 5 para 4 ocorrências) e 35% (de 20 para 13 casos), respectivamente. Somente Diadema e Rio Grande da Serra tiveram alta em seus índices. Enquanto o primeiro município elevou os números em 16,67% (saltando de 18 para 21 casos), o segundo apresentou alta de 50% (foram dois casos em 2014 ante três em 2015).

Já o número de acidentes foi fornecido pelas prefeituras do Grande ABC. Ao todo, foram 11.290 ocorrências em 2015 em Santo André, São Bernardo, São Caetano e Mauá, contra 16.179 no ano anterior. Se levado em conta o registro total apresentado pelos municípios, a região teve média de 31 acidentes viários por dia. Por hora são contabilizadas, em média, 1,2 ocorrência no departamento de trânsito de cada cidade. Diadema, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não disponibilizaram os dados.

Para os prefeitos e secretários da região, a falta de empenho do Estado em oferecer suporte para a integração do transporte público foi um fator que dificultou ações que consigam, na prática, desafogar os congestionamentos de vias do Grande ABC, que no ano passado atingiu a marca de 1,7 milhão de veículos.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Evolução e Mulher Determinada
Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados