São Caetano do Sul
Publicada em 23/10/17 as 11:41h - 27 visualizações
Caminhada do Outubro Rosa conscientiza contra o câncer de mama

Redação


Mesmo com a chuva da manhã deste domingo, muita gente participou da Caminhada de Combate ao Câncer de Mama  (Foto: Divulgação/PMSCS)

Nem a chuva da manhã deste domingo (22/10) foi capaz de afugentar mais de 300 pessoas que saíram de suas casas para realizarem uma caminhada pelas ruas de São Caetano do Sul, por uma nobre causa: o combate ao câncer de mama.

 

A 14ª edição da Caminhada contra o Câncer de Mama, evento que faz parte da agenda municipal durante o Outubro Rosa, teve sua concentração em frente à sede da Rede Feminina de Combate ao Câncer, idealizadora do evento e que contou com apoio da Sesaud (Saúde), da Semob (Mobilidade Urbana) e Defesa Civil.

 

A caminhada contou com as presenças do prefeito José Auricchio Júnior, da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, secretários municipais, como  a secretária de Saúde, Regina Maura. e personalidades civis da cidade.

 

"É um evento que trata de um dos temas mais importantes que é o combate ao câncer de mama. Todos nós, homens e mulheres, temos de estar engajados na conscientização sobre este mal que é o câncer, mais especificamente o de mama. Por isso, como médico, gostaria de pedir para que as mulheres, independentemente de faixa etária, façam sempre o autoexame de mamas e, ao sentir qualquer alteração que seja, procurem o ginecologista da UBS mais próxima, pois quanto mais cedo for detectado o nódulo, mais eficaz será o tratamento", ressaltou o prefeito José Auricchio Júnior.

 

CONTRA O CÂNCER

Desde 1971 na luta contra o câncer, a Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Caetano do Sul sempre teve como objetivo a orientação em relação à doença, a arrecadação de recursos para envio de pacientes ao Hospital do Câncer, sempre visando a prevenção e o suporte aos doentes e familiares.

 

Além disso, a Rede desenvolve campanhas de prevenção, ministrando palestras com especialistas, encontros em hospitais e centros oncológicos, rodas de conversa sobre a prevenção à doença, com atendimento de cerca de 82 pacientes por mês.

 

"A Rede Feminina conta com 110 voluntárias, psicólogas e fisioterapeutas. É importante para nós da Rede termos um estoque de medicamentos específicos, que são todos doados para os pacientes que nos procuram. A aquisição e distribuição destes medicamentos são feitos, sempre, com orientação médica", explicou Vera Lúcia Fedato Monari, presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados