São Caetano do Sul
Publicada em 23/08/17 as 12:58h - 57 visualizações
Reajuste para servidores da Câmara de São Caetano é aprovado

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

Foi aprovado na tarde desta terça-feira, em dois turnos, projeto de lei da mesa diretora da Câmara de São Caetano do Sul que dispõe sobre a recomposição monetária e o reajuste salarial dos servidores públicos da Casa.

O projeto fixa a recomposição salarial para os servidores do Legislativo em 3,08%, mesmo índice da inflação acumulada de maio de 2016 a abril de 2017, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC/FIPE). Já o reajuste será de 5% e somente para os funcionários concursados. A recomposição será aplicada retroativamente a 1º maio, enquanto o reajuste só valerá a partir de 1º de setembro.

Prefeitura

Dois projetos da prefeitura entraram em discussão na pauta desta terça-feira, alterando leis já existentes. O primeiro deles, modifica a lei nº 5.514, de 18 de maio de 2017, referente ao abono dos servidores da Educação. O projeto acrescenta os professores nível II que ministram até 11 aulas semanais, correspondendo o abono a R$ 250.

O segundo, modifica a lei nº 5.301, de 20 de maio de 2015, que regulamenta a concessão de bolsa de estudo pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul, elevando para o ano de 2017 percentual relativo à concessão da bolsa monitoria, passando dos atuais 10% para até 20%.

Esses dois projetos também foram apreciados na sessão extraordinária, sendo ambos aprovados. O projeto que alterou a lei que regulamenta a bolsa de estudo da Fundação das Artes teve uma emenda aprovada, retornando para a Comissão de Justiça e Redação para o entrosamento da mesma.

Vereadores

Ainda foram discutidos e votados, somente em primeiro turno, os projetos apresentados pelos vereadores Eduardo Vidoski (PSDB), Professor Jander Lira (PP) e Ubiratan Figueiredo (PR).

Vidoski apresentou proposta que dispõe sobre a afixação de avisos orientativos sobre o desembarque dos passageiros durante o abastecimento de veículos movidos a gás natural veicular (GNV). Já a propositura de Ubiratan institui a Semana de Discussões sobre as Políticas Públicas voltadas à Defesa, Proteção e Bem-Estar Animal, no município. Os dois projetos foram aprovados pelo plenário.

O projeto de Jander, que faculta aos funcionários contratados por empresas sediadas na cidade a efetuarem matrícula em vagas remanescentes nos cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio, ofertados por instituições públicas municipais, teve aprovado pedido de vistas por três sessões.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados