São Caetano do Sul
Publicada em 09/08/17 as 14:13h - 37 visualizações
Câmara de São Caetano concede título ao capitão Terron

Da Redação


 (Foto: Divulgação)
Na 22ª sessão ordinária deste ano, a Câmara de São Caetano do Sul discutiu e votou projetos de vereadores e ex-vereadores da Casa. Entre os aprovados, está o projeto de decreto legislativo do vereador Moacir Rubira que concede título de Cidadão Sulsancaetanense ao capitão PM João Francisco Terron, com uma ausência.
O projeto do ex-vereador Fábio Soares, que institui no calendário oficial de datas e eventos da cidade, a Semana Municipal de Conscientização sobre Doenças Raras a ser realizada nas unidades escolares do município, teve seu parecer contrário da Comissão de Finanças e Orçamento mantido, fazendo com que o mesmo fosse arquivado. O vereador César Oliva votou contrariamente a manutenção do parecer.
O mesmo aconteceu com o projeto do ex-vereador Fábio Palacio, que dispunha sobre a proibição das casas de shows, de diversões e de espetáculos, salas de concerto, estádios, parques, circos e demais estabelecimentos congêneres, nas áreas de entretenimento em São Caetano do Sul, cobrarem mais de uma entrada para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, nas situações que elenca. Já para esse projeto, o vereador Professor Jander Lira votou contrariamente a manutenção do parecer da Comissão.
Por fim, o vereador Parra teve aprovado seu pedido de arquivamento de seu projeto de lei que dispõe sobre a prioridade do atendimento, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), a todos os acompanhantes, com menos de 60 anos e que tenham sob sua responsabilidade pessoa com deficiência.
Segundo turno
Em segundo turno, foram aprovados o projeto do vereador Eduardo Vidoski, que acrescenta parágrafo único ao artigo 3º da lei nº 4.313, que institui a Campanha Permanente de Conscientização e Doação Voluntária de Sangue em São Caetano do Sul, visando estimular os atletas da cidade à doação, e o projeto de Parra, que altera a redação do artigo 2º da lei nº 4.597, acrescentando o Disque 100 à Campanha Permanente de Orientação, Prevenção e Combate a Todo Tipo de Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Também foram aprovados os projetos de Jander, que institui no calendário de datas e eventos do município o Salão Nacional de Arte Fotográfica de São Caetano do Sul. E o do vereadorTite Campanella, que acrescenta o parágrafo 3º ao artigo 7º da lei nº 5.301, que regulamenta a concessão de bolsas de estudo pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul, não permitindo o acúmulo simultâneo de bolsas de estudos com a bolsa monitoria.
Assim como Parra, o vereador Ubiratan Figueiredo teve aprovado seu pedido de arquivamento do projeto apresentado por ele que altera os parágrafos 2º e 3º do artigo 1º da lei nº 3.669, que dispõe sobre a criação do Programa Municipal de Controle Populacional de Animais Domésticos e visa celebrar convênios com instituições de medicina veterinária.



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados