Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

São Bernardo do Campo
Publicada em 02/04/18 às 11:22h
Nova Lei de São Bernardo contempla mais duas entidades com repasses do Fundo Social de Solidariedade

Vivian Rossi e Kati Dias


 (Foto: Reprodução/PMSBC)

Na última quinta-feira, mais duas entidades assistenciais foram contempladas com repasse financeiro do Fundo Social de Solidariedade de São Bernardo. O prefeito em exercício, Marcelo Lima, entregou os cheques simbólicos em nome do Fundo Social de Solidariedade (FSS) - presidido pela primeira-dama Carla Morando -, no valor de R$ 10 mil cada uma destinado às instituições sem fins lucrativos cadastradas na cidade. As instituições contempladas foram a Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, no Centro, e no Grupo Assistencial Boréia, na Vila Euclides. A solenidade contou também com a presença de secretários, vereadores da base aliada e demais autoridades.


Durante o ato, o prefeito em exercício fez questão de parabenizar a iniciativa da presidente do FSS. "A boa atuação da primeira-dama Carla Morando à frente da instituição, nos permitiu arrecadar recursos junto à iniciativa privada e pessoas físicas. Esse montante será dividido para aproximadamente 50 entidades, que desenvolvem um trabalho social muito importante em nossa cidade", disse Marcelo Lima.


Segunda instituição contemplada com o repasse de R$ 10 mil, a Casa dos Velhinhos Dona Adelaide foi fundada em 1985. A entidade prioriza o atendimento a idosos em situação de risco e vulnerabilidade social, com ausência ou precariedade dos vínculos familiares. De acordo com a dirigente, Camila Elias Araújo, a doação será fundamental para dar início à obra de revitalização do pátio do local. "O custo fixo da nossa casa é muito alto. Dificilmente conseguimos separar uma verba para novas benfeitorias. Toda ajuda é bem-vinda e veio em boa hora", agradeceu.


Na sequência, o prefeito em exercício entregou o cheque simbólico de R$ 10 mil aos dirigentes do Grupo Assistencial Boréia. Criada em 2003, a instituição atende 150 crianças de 0 a 15 anos no contraturno escolar, assim como familiares dos beneficiados e membros das comunidades onde está inserida. Além da unidade da Vila Euclides, a entidade também mantém estrutura de serviço social no Parque São Bernardo.


A coordenadora-geral da entidade, Maria Lucila Tombolato, falou sobre o trabalho realizado pela instituição, bem como a importância da doação. "Esses recursos são muito bem-vindos. Todo mundo sabe as dificuldades pelas quais passam as entidades sem fins lucrativos. Essa ajuda extra, sem esperarmos, irá nos ajudar bastante. Iremos direcionar a quantia recebida para a criação de uma brinquedoteca, consertos e despesas gerais", afirmou.


A Associação São Luiz, também localizada na Vila Euclides, foi primeira entidade contemplada após a sanção da lei municipal 6654/2018, que autoriza o FSS a doar recursos angariados junto à iniciativa privada. O montante total de R$ 554,2 mil em repasses foi arrecadado durante o Jantar de Aniversário da cidade, em agosto de 2017. 


Para receber o aporte, as instituições devem comprovar cadastro nos conselhos municipais de órgãos sem fins lucrativos e apresentar os atestados de regularidade previdenciária, trabalhista, de funcionamento, entre outros.


As entidades estão sendo orientadas por grupo de trabalho multisecretarial da Prefeitura- formado pelas pastas de Finanças, Educação, Desenvolvimento Social e Cidadania e Procuradoria-Geral do Município (PGM) -, que atua no encaminhamento de processos de regularização das instituições para recebimento dos valores.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados