Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

São Bernardo do Campo
Publicada em 23/02/18 às 09:55h - 89 visualizações
São Bernardo segue na contramão do esporte brasileiro e fortalece equipe paralímpica de atletismo
Com 40 novos atletas paralímpicos, cidade apresenta o novo clube que defenderá suas cores: o ADC São Bernardo/IEMA/Caixa

Kati Dias


 (Foto: Ricardo Cassin/PMSBC)

Enquanto grandes clubes brasileiros encerram suas atividades ou diminuem o investimento em atletas de alto rendimento, a Prefeitura de São Bernardo segue na contramão do esporte no País e fortalece sua equipe paralímpica de atletismo. Quarenta atletas paralímpicos que defenderão a cidade foram apresentados na tarde desta quinta-feira (22/02), no Centro de Atletismo Professor Oswaldo Terra - Arena Caixa, na Vila do Tanque. O ato contou com a presença do prefeito Orlando Morando, do secretário de Esporte e Lazer, Alex Mognon, da gerente de Governo da Caixa, Bruna Osmak, da Elisângela Maria Adriano, presidente do IEMA (Instituto Elisângela Maria Adriano), parceira do município na modalidade, demais dirigentes e atletas.


"São Bernardo está seguindo na contramão do esporte brasileiro, continuando a investir tanto nas categorias de base quanto nos atletas de alto rendimento. Fico feliz pelo secretário Alex Mognon ter atendido o meu pedido de ter colocado o apoio aos atletas paralímpicos como uma das prioridades do esporte em São Bernardo. Tenho a convicção de que o esporte não é gasto, mas investimento. E graças à parceria que temos com a Caixa - tanto para manter a Arena quanto a equipe - podemos continuar apoiando nossos atletas e ajudar nosso país a se manter como referência mundial nas modalidades paralímpicas", afirmou o prefeito Orlando Morando.


Na ocasião, também foi apresentado o novo clube de atletismo da cidade, o ADC São Bernardo/IEMA/Caixa. Sua criação foi fruto da parceria com o IEMA (Instituto Elisângela Maria Adriano), presidido por Elisângela Adriano, ex-atleta do lançamento de disco e arremesso de peso, recordista sul-americana e medalhista pan-americana nas duas provas. "Com muita alegria, iniciamos uma nova história em São Bernardo. Fico feliz por continuar essa trajetória de sucesso no atletismo por meio desses atletas", disse Elisângela Adriano.


A nova equipe foi formada por atletas vindos da APADV (Associação de Pais, Amigos e Deficientes Visuais de São Bernardo), do antigo ASA São Bernardo e do IEMA. O secretário de Esporte e Lazer, Alex Mognon, acredita que o novo time será um dos principais destaques do atletismo brasileiro. "Estamos formando, sem dúvida, uma das melhores equipes paralímpicas do Brasil. Em breve, os resultados vão confirmar o que estou dizendo", afirmou.


A equipe conta com 40 atletas paralímpicos nas provas de velocidade, meio fundo, fundo, arremesso e lançamentos, recordistas, medalhistas olímpicos e mundiais. Entre os destaques está o velocista Daniel Mendes da Silva, de 38 anos. Campeão na Paralimpíada do Rio (2016), no revezamento 4x100m, e bronze nos 200m, além de recordista mundial nos 400m T11, com 49,82, todas na categoria T11 (cego total), Silva crê que evoluirá ainda mais defendendo São Bernardo.


"A cidade possui uma das melhores pistas de atletismo do país. É um bom local para treinamento e competição, que nos dá a estrutura e suporte para continuar desenvolvendo", disse. Wendel Silva, de 26 anos, guia de Daniel, concorda com ele. "Defender São Bernardo será uma experiência positiva, pois estaremos treinando com uma das melhores equipes do Brasil", disse.  




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados