Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

São Bernardo do Campo
Publicada em 23/02/18 às 09:47h
Prefeitura de São Bernardo lança a campanha Declaração Solidária
Programa do Fundo Social de Solidariedade pretende arrecadar percentual do imposto de renda devido ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – FUMCAD

Vivian Rossi


 (Foto: Gabriel Inamine)

A destinação de 6% do Imposto de Renda (IR) devido, pago ao Governo Federal, pode ser escolhida pelo contribuinte. Com o objetivo de divulgar esta informação para a população é que a Prefeitura de São Bernardo, por meio do Fundo Social de Solidariedade, lançou, nesta quinta-feira (22/02), a campanha Declaração Solidária.

 

Durante a cerimônia de lançamento, no Teatro Cacilda Becker, no Paço Municipal, com a presença do prefeito Orlando Morando, do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, do Dr. Mario Benjamin Bartos, Delegado da Receita Federal do Brasil em São Bernardo, dos promotores de Juventude e Cidade de São Bernardo, Dra. Vera Lucia de Toledo e Dr. Alexandre Petri, entre outras autoridades, a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Carla Morando, destacou que seu trabalho não está apenas voltados aos projetos próprios da Pasta.

 

"Por desconhecimento da legislação, que garante ao cidadão o direito de escolher quem deve ficar com 6% de seu imposto devido, ao Governo Federal, muitos remetem lá para Brasília um dinheiro que poderia ficar em nossa cidade e ajudar diretamente no fomento e na potencialização das instituicões que assistem crianças e adolecentes e que tanto necessitam de doações", esclareceu Carla.

 

Segundo o presidente da Receita Federal do Brasil, Dr. Mario Benjamin Bartos,  em São Bernardo esta iniciativa foi criada em 1990, mas muitas pessoas desconhecem. "A cidade tem um grande potencial de arrecadação. Em 2016, se todos os contribuintes tivessem escolhido a opção de doar 6% de seu imposto devido, o valor que poderia ter sido destinado para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD), por meio deste programa, seria de aproximadamente R$ 33 milhões. Este valor seria aplicados, exclusivamente, em ações de proteção e atendimento a crianças e adolescentes", informou.

 

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, admitiu em sua fala que sempre fez suas declarações de Imposto de Renda sem destinação específica, por falta de conhecimento. "As pessoas precisam saber que podem ajudar instituições da propria cidade, com esta simples ação. Por isso, parabenizo mais uma vez minha esposa e presidente do Fundo, Carla Morando, pela iniciativa, pela mobilização e pela dedicação à causa. Fiquei surpreso com o valor que poderia ter sido destinado as entidades de São Bernardo. Acredito que se, no ano que vem, conseguirmos arrecadar 10% deste valor, já teremos feito a diferença na vida de muitas crianças e adolecentes em situação de vulnerabilidade social", enfatizou o chefe do Executivo, que destacou ainda o bom trabalho desenvolvido pelas instituições do município, a seriedade e o comprometimento que têm com as causas sociais.

Todo cidadão pode doar parte de seu imposto devido, basta optar pela Declaração de Ajuste Anual de Imposto de Renda Completa. O valor pode, inclusive, ser destinado a mais de uma instituição, desde que não ultrapasse os 6%. Empresas também podem doar durante todo o ano, 1% de seus impostos devidos.

 

Ao final, a primeira-dama, Carla Morando, fez um apelo para que todos os presentes levassem a informação a diante. "Vale a pena investir nesta causa, mais do que valores, estaremos destinando amor e esperança a nossas crianças", concluiu a presidente do Fundo.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados