Quarta-feira, 25 de Abril de 2018

São Bernardo do Campo
Publicada em 29/01/18 as 16:44h - 84 visualizações
Com governo Orlando Morando, Hospital de Urgência consolida avanço de obras
Construção em ritmo acelerado conclui quarto pavimento do equipamento de Saúde; projeto, que tinha sido abandonado pela antiga gestão, será inaugurado será em 2019;

Gabriela Maria


 (Foto: Gabriel Inamine)
As obras do futuro Hospital de Urgência (HU), situado no Centro da cidade, no anexo do Hospital Pronto Socorro Central (HPSC), seguem em ritmo acelerado, o quarto pavimento do equipamento de saúde foi concluído. Em vistoria, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, constatou que 30% da construção já executada. 

"Este projeto tinha sido abandonado pela gestão anterior. Quando assumimos as obras, apenas 0,5% tinham sido realizados. Hoje, podemos ver que o hospital está tomando forma. A quarta laje já está finalizada e a inauguração está prevista para o fim de 2019. Iremos entregar à população de São Bernardo um hospital moderno, com conforto e estrutura", comemorou Morando. 

O equipamento irá substituir o Hospital Pronto Socorro Central e disponibilizar 207 novos leitos, o dobro do que é ofertado hoje. Além de melhorar a Saúde, o local está gerando novos empregos. "Hoje, nós temos 170 funcionários trabalhando diretamente na obra e vamos chegar a 250 trabalhando indiretamente. Quando ele estiver funcionando, teremos 1.500 funcionários trabalhando nesse prédio. Estamos gerando novos empregos para nossa cidade", adicionou o prefeito.

Acompanhado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, e do coordenador Geral da Unidade de Gestão do Projeto (UGP), Luiz Beber, o chefe do Executivo visitou todos os pavimentos em construção e conversou com os operários.  O novo equipamento será dividido em sete andares de atendimento, todos planejados para melhor atender à população. 

"O HU será uma unidade completa. Composto por salas de cirurgias, consultórios, salas de atendimento, de observação e medicação. Um novo hospital está nascendo na nossa cidade, aqui iremos oferecer um serviço de qualidade, segurança e acima e tudo respeito", apontou Dr. Geraldo. 

Até o momento, foram gastos R$ 27 Milhões, dos R$ 107,5 milhões que estão previstos para a despesa completa para a finalização do projeto.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados