Quarta-feira, 18 de Julho de 2018

São Bernardo do Campo
Publicada em 22/01/18 às 10:29h
Prefeitura de São Bernardo autoriza regularização fundiária no Núcleo São Jorge
Ordem de serviço para início do processo foi assinada neste sábado (20/01) pelo prefeito Orlando Morando

Carla de Gragnani


 (Foto: Gabriel Inamine/PMSBC)

A Prefeitura de São Bernardo, por meio da secretaria de Habitação, autorizou neste sábado (20/01) o início do processo de regularização fundiária no loteamento Núcleo São Jorge, situado no bairro Alvarenga, dentro do programa de segurança habitacional denominado "A casa é minha". Ao todo, 1,8 mil famílias residentes na área serão beneficiadas com a formalização de posse, passando a ter em mãos, no prazo máximo de 24 meses, as escrituras oficiais de seus imóveis, em um processo totalmente sem custos aos moradores.


Serão contempladas as vias adjacentes à rua São Jorge, até o limite junto ao bairro Jardim Thelma. "Esta ação que estamos fazendo hoje exige muita responsabilidade, porque não há coisa pior do que criar uma expectativa na população e não cumprir, a exemplo do que era feito por gestores passados. Estamos iniciando o processo hoje e agora depende dos moradores participarem das reuniões e seguirem as instruções de nossa equipe da Habitação", destacou o prefeito Orlando Morando, durante o ato. A medida está sendo liderada pelo chefe da pasta de Habitação, João Abukater.


De acordo com o chefe do Executivo, por se tratar de área de manancial, o trâmite da regularização no local está sendo acompanhado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). "A notícia de que seríamos regularizados me fez até chorar, é uma emoção muito grande. Agora, podemos conquistar um financiamento junto aos bancos e, mais do que isso, posso dar uma segurança ao meu filho, que vai herdar nossa casa. É muito bom ter a certeza de que ninguém poderá tirar minha casa de mim", disse Valéria Barthmann, moradora do loteamento há 16 anos.


Residente mais antigo do núcleo, o operador de torno Darceli Santana dos Santos também comemorou a novidade. "Ouvimos há 30 anos a promessa de que seríamos regularizados e finalmente está saindo do papel. Trabalhamos muito pelo bairro, por meio de mutirões esperávamos muito por este anúncio", completou.


Em 2017, a Prefeitura já havia dado andamento à regularização fundiária e entrega de mais de 1.000 escrituras, beneficiando moradores da Vila dos Poetas, Jardim da Colina, Parque São Rafael, Jardim das Belas Artes e Núcleo Fei Mizuho. A partir de fevereiro deste ano, a meta é entregar mais 2,4 mil escrituras em bairros como Vila São Pedro, Vila Mariana, entre outros.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados