Quinta-feira, 26 de Abril de 2018

São Bernardo do Campo
Publicada em 05/01/18 as 13:10h - 95 visualizações
Programa Escola de Portas Abertas encerra primeiro ano com cerca de 11 mil atendimentos
Iniciativa da Prefeitura de São Bernardo leva atividades gratuitas oferecidas por agentes da sociedade civil às escolas municipais

Kati Dias


 (Foto: Ricardo Cassin/PMSBC)

Com grande aceitação, o programa Escola de Portas Abertas (EPA), criado pela Prefeitura de São Bernardo com a finalidade de estabelecer uma ponte entre a escola e a comunidade, paralisa suas atividades em 2017 com cerca de 11 mil atendimentos em dez escolas. A iniciativa retorna a partir do dia 10 de fevereiro deste ano, com atividades nos eixos: Educação, Cultura, Esporte, Lazer, Saúde e Geração de renda, oferecidas gratuitamente por agentes da sociedade civil. Entre as ações ofertadas estão assessoria jurídica, cursos de ballet, canto e coral, jogos de tabuleiro, iniciação teatral, horta e jardim, práticas de meditação, ioga, entre outros. Em 2018, as atividades continuam a ser oferecida aos sábados, das 9h às 16h.

As unidades escolares participantes são as EMEBs Profª Suzete Aparecida de Campos (Riacho Grande), Viriato Correia (Rudge Ramos), Aluísio Azevedo (Jardim Calux), Prof. Nilo de Campos Gomes (Jardim Silvina), Ana Maria Popovic (Jardim Detroit), Maria Rosa Barbosa (Vila Vitória), Arlindo Miguel Teixeira (Jardim Laura), José Ibiapino Franklin (Santa Cruz), e Dr. Vicente Zammite Mammana (Planalto) e o CEU Prefeito Celso Augusto Daniel (Cooperativa). Essas escolas foram escolhidas inicialmente por sua distribuição pelas regiões da cidade.

"O Programa Escola de Portas Abertas foi um dos compromissos assumidos no plano de governo e foi desenvolvido para ser um agente transformador, fortalecendo as relações entre a escola e a comunidade. O programa está sendo um grande sucesso. Cada vez mais a comunidade está se apropriando democraticamente do espaço escolar, promovendo a cidadania e ressignificando-a como um espaço alternativo para a realização de atividades de educação, de formação, cultura, esporte, lazer, saúde e geração de renda", afirmou o prefeito Orlando Morando.

Suzana Dechechi, secretária da Educação, destacou os benefícios que estão sendo colhidos com a iniciativa. "Ao levar a comunidade para dentro da escola, o EPA contribui com a redução da evasão escolar, incentivando os pais a participar da vida do filho na escola e a zelar pelo espaço", disse.

Entre as atividades realizadas pelo EPA estão oficinas, palestras, cursos contínuos ou ações pontuais. Todas as ações precisam ser sem fins lucrativos e sem caráter político ou religioso. Cada escola conta com um professor que atua exclusivamente no programa. Além de ficar responsável pela abertura e fechamento do prédio, o profissional também é responsável pela articulação com a comunidade local e sociedade civil para a elaboração de atividades.

Escolas municipais que fazem parte do Escola de Portas Abertas:

EMEB Viriato Correia - Rua Brasil, 430, Vila Vivaldi

EMEB Aluísio Azevedo - Rua Cabral da Câmara, 57, Jardim Calux

EMEB Prof. Nilo de Campos Gomes - Rua Flora Bulcão Leandro Vertimate, 160 - Jardim Silvina

EMEB Ana Maria Popovic - Rua Carlos Wunderlick, 100 - Jardim Detroit

EMEB Maria Rosa Barbosa - Rua Leonardo Martins Neto, 1080 - Vila Vitória

CEU Celso Augusto Daniel - Rua Centauro, 190 - Bairro Cooperativa

EMEB Arlindo Miguel Teixeira - Estrada dos Alvarenga, 7500 - Jardim Laura

EMEB José Ibiapino Franklin - Rua Edmundo dos Santos, 14 - Santa Cruz

EMEB  Profª Suzete Aparecida de Campos - Rua Marcílio Conrado, 350 - Riacho Grande

EMEB Dr. Vicente Zammite Mammana - Rua Oscarito, 25 - Bairro Planalto




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados