São Bernardo do Campo
Publicada em 10/11/17 as 12:00h - 16 visualizações
Ceitec encerra inscrições e registra 33 projetos de base tecnológica
Propostas inovadoras vieram de diversas cidades do Estado, além de projeto de origem internacional

Redação


 (Foto: Divulgação/PMSBC)

O chamamento público para submissão de projetos inovadores que poderão ser incubados no Centro de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica (Ceitec) de São Bernardo registrou 33 propostas de base tecnológica de diversas cidades do Estado e também de origem internacional. Os inscritos na primeira etapa de seleção do programa receberam nesta quinta-feira (10/11) as instruções sobre as próximas etapas do processo, além de orientações sobre ferramentas estratégicas para elaboração e apresentação dos modelos de negócios.

Entre os projetos cadastrados no programa estão: projeto para produção sustentável e de baixo custo de biodiesel; nova tendência para lentes de contato; tratamento de águas residuárias em pequenas comunidades; oficinas laborativas em corporações inclusivas; identificação e diagnóstico de falhas por modelos matemáticos; geração de energia através de correntes marítimas, entre outros.

O primeiro encontro entre os inventores dos projetos selecionados aconteceu no Teatro Abílio Pereira de Almeida, localizado no Centro Cultural do bairro Baeta Neves. Na oportunidade, os representantes acompanharam a palestra do professor da Fundação Salvador Arena, David Buzo de Moraes. Também recepcionaram os inventores o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami, o diretor da pasta, Sadao Hayashi, e a diretora acadêmica na Faculdade de Tecnologia Termomecanica, Regina Helena Gianotti.

"São Bernardo não pode dormir para sempre no berço esplêndido da cadeia automotiva. Por isso, a gestão está preocupada em buscar novas fontes tecnológicas de desenvolvimento econômico. Queremos estar na dianteira das start-ups de base tecnológica na região, por isso queremos vontade de vencer dos inventores, porque um balaio de ideias não vale nada se não houver a coragem para empreender", destacou Minami, no encontro. Os projetos inscritos irão agora passar por um processo de seleção, cujo resultado será conhecido em abril do próximo ano.

A incubadora funcionará no prédio que abrigava o antigo Espaço Henfil, no bairro Baeta Neves. O espaço foi abandonado pela gestão passada, acumulando entulho e até animais mortos. Ao final do processo, serão classificadas 20 ideias para ingresso na pré-incubadora, denominada Synergia do Ceitec. A pré-incubadora é uma fase na qual se encontram projetos não totalmente maduros, em busca da modelagem mais adequada para o negócio e de uma conclusão mais apurada sobre a viabilidade técnica, mercadológica e financeira.

Os projetos e ideias podem ficar no máximo seis meses dentro da pré-incubadora, de forma presencial ou virtual onde receberão auxílio de uma equipe multidisciplinar na área jurídica, financeira, marketing, recursos humanos entre outras. Receberão também treinamentos, palestras e apoio em busca de financiamentos.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados