São Bernardo do Campo
Publicada em 01/11/17 as 16:43h - 21 visualizações
Em vistoria, prefeito Orlando Morando anuncia que 16% das obras do Hospital de Urgência foram executadas
Projeto, que tinha sido abandonado pela antiga gestão, será inaugurado será em 2019 e vai disponibilizar 217 novos leitos ao município

Redação


 (Foto: Divulgação/PMSBC)

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, realizou, nesta quarta-feira (01/11), mais uma vistoria as obras do Hospital de Urgência (HU). Ao lado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, o chefe do Executivo visitou o local e constatou que 16% da construção já foi executada. O equipamento irá substituir o Hospital Pronto Socorro Central (HPSC) e disponibilizar 217 novos leitos, além de uma estrutura moderna e adequada para atender à população. 

 

Abandonado pela antiga gestão, o projeto foi retomado pelo atual governo e sua inauguração está prevista para 2019. Mas além de melhorar a saúde, o local está gerando novos empregos. "Hoje, nós temos 120 funcionários trabalhando diretamente na obra e 480 trabalhando indiretamente. Quando ele estiver funcionando, teremos 1.500 funcionários trabalhando nesse prédio. Estamos gerando novos empregos e com isso, melhorando a economia da cidade", disse. 

 

O HU será dividido em cinco setores de atendimento, que são: Módulo cirúrgico, módulo pedagógico, módulo de internação, módulo de serviços e apoio diagnóstico e módulo terapêutico. E para o secretário da pasta de saúde, essa organização é essencial para fornecer uma saúde de qualidade. 

 

"Um novo hospital está nascendo em São Bernardo, aqui iremos oferecer um atendimento com conforto, qualidade e segurança.  Nosso principal objetivo é melhorar a qualidade do serviço que estamos oferecendo. Estamos trabalhando, incansavelmente, para isso e já estamos conseguindo ver bons resultados. Essa obra e a agilidade em que ela está sendo feita, é a prova de que a saúde é a principal prioridade da gestão", apontou Dr. Geraldo. 

 

O Prefeito também aproveitou para esclarecer que até o momento, foram gastos R$ 17 Milhões, sendo que o custo total é de R$ 107.500 Milhões.  "Nessa construção, já foram consumidos 5.700 m³ de concreto e 580 toneladas de aço. As obras estão a todo vapor e no mês de dezembro, eu voltarei a visitar o HU. Dessa vez, irei apresentar todo o piso térreo, que estará com a concretagem concluída", comentou Morando.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados