São Bernardo do Campo
Publicada em 19/10/17 as 11:38h - 55 visualizações
Orlando Morando recebe o novo presidente da Volks no Brasil
Pablo Di Si, que vai comandar a montadora alemã em São Bernardo, acredita no mercado e na geração de novos empregos na cidade

Montero Netto


 (Foto: Divulgação)

No final da tarde desta quarta-feira (18) o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), recebeu em seu gabinete a visita do novo presidente da Volkswagen para o Brasil, América do Sul, Central e Caribe, o argentino Pablo Di Si. O executivo agora comanda a planta industrial da montadora alemã na cidade, substituindo David Powels, que assumiu a vice-presidência comercial da Volks na China. Pablo estava acompanhado do presidente da Associação dos Fabricantes de Veículos (Afavea), Antônio Megale, e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Hiroyuki Minami.

Morando, que tem desenvolvido ações de gestão junto ao setor produtivo de São Bernardo, mostrando uma sintonia fina com empresários da cidade, se colocou a disposição do novo CEO da montadora lembrando que a cidade e a montadora se confundem em virtude de uma história importante para o Brasil. "A Volkswagen é uma das maiores empresas da nossa cidade, tem uma representatividade econômica, política e social importante pro município e consequentemente também é a empresa que mais emprega na nossa cidade. Da nossa parte temos um profundo respeito pela história da Wolkswagen no Brasil em São Bernardo e no momento é mais importante a montadora tem feito fortes investimentos. Quando você fala de Volkswagen você lembra de São Bernardo e quando fala de São Bernardo lembra de Volkswagen. A história da montadora com a cidade se mistura", destacou.

Atualmente dois projetos de novos veículos, um já em produção (novo Polo), e outro para ser iniciado (Sedã Virtus) garantem grande aporte financeira na cidade. Em junho, o prefeito esteve na Alemanha presenciando a oficialização dos novos investimentos, na ordem de R$ 2,6 bilhões para o desenvolvimento e produção dos respectivos automóveis garantindo investimentos da ordem de R$ 7 bilhões até 2020.

Segundo Pablo Di Si, que deixou claro seu entusiasmo com a planta industrial de São Bernardo, implantada as margens da Via Anchieta na década de 50, dependendo do mercado que pode crescer até 40% nos próximos quatro anos, uma das grandes vantagens para a economia local será o fortalecimento da cadeia de fornecedores. "Com o crescimento do mercado a cadeia de fornecedores terá que acompanhar e acredito na geração de empregos, na cadeia, em postos indiretos de trabalho", destacou.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados