São Bernardo do Campo
Publicada em 02/06/17 as 12:54h - 71 visualizações
Com operação “Cobertor que salva”, São Bernardo amplia acolhimento a moradores de rua
Programa da Prefeitura prevê a intensificação de abordagens e encaminhamento a abrigos durante período de inverno

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de São Bernardo lançou, nesta quinta-feira (01/06), a operação "Cobertor que Salva", que consiste em intensificar abordagens e oferta de serviços de acolhimento aos moradores de rua, durante os meses de frio. A ação tem como objetivo evitar incidentes de mortes por hipotermia entre população em situação de vulnerabilidade. No período da operação, as vagas disponibilizadas no abrigo do município serão ampliadas para 170, com acolhimento das 17h às 7h.


O lançamento da ação ocorreu um dia após a abertura da Campanha do Agasalho de 2017 pelo Fundo Social de Solidariedade (FSS), que vai coletar roupas e cobertores para distribuição entre famílias cadastradas na rede de assistência social da cidade, além dos próprios abrigos. Neste ano, a operação será realizada, por meio de força-tarefa, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc). Também estarão envolvidas as pastas de Serviços Urbanos e Saúde, além da Guarda Civil Municipal (GCM), Fundação Criança e o FSS.


"Nosso cuidado com o morador de rua é contínuo, mas será intensificado nos próximos meses para não deixar nenhum irmão morrer de frio na nossa cidade. Nossa região tem uma temperatura tipicamente baixa e infelizmente em momentos passados já se perdeu vida por conta disso. Nosso papel é agir para evitar novas ocorrências", destacou o prefeito Orlando Morando, durante ato de apresentação da operação, realizado no Centro de Referência da População de Rua (Centro Pop), na região central.


O "Cobertor que Salva" será baseado no mapeamento da população de rua realizado pela Sedesc, que apontou 496 moradores sem teto na cidade. Desde o início do ano, a Prefeitura já realizou 492 abordagens a moradores de rua, sendo que 230 resultaram em encaminhamentos e atendimentos de Saúde. A ação também disponibilizará canal direto com a população, por meio do número 153 da GCM.


"As pessoas que moram na rua são os mais frágeis e, por isso, precisam de mais atenção do poder público. São pessoas que já se despediram de ideais e para quem a sociedade, infelizmente, olha com desprezo. Esse programa quer dar um olhar especial a estas pessoas, com a atenção e a referência que eles precisam", disse o titular da Sedesc, Dr. Maurício Soares. O ato também teve presença do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima.


Emprego Cidadão -
 Esta não é a primeira ação implementada pela nova gestão com o objetivo de acolher socialmente os moradores de rua de São Bernardo. No início do mês, a Prefeitura já havia lançado o programa "Emprego Cidadão", instituído com o objetivo exclusivo de inserção do público em vulnerabilidade social à carreira profissional por meio de parcerias com empresas da cidade. De imediato, 20 pessoas foram empregadas, com carteira profissional registrada, e tiveram suas realidades transformadas.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados