Terça-feira, 24 de Abril de 2018

Santo André
Publicada em 16/03/18 as 15:25h - 260 visualizações
Operação Fluidez reduz congestionamentos nos horários de pico
Medidas adotadas nas vias de maior movimento de Santo André levam a aumento de 25% na capacidade de circulação de veículos

Daniel Betega


 (Foto: Alex Cavanha/PSA)

A Prefeitura de Santo André deu início a uma operação especial com o objetivo de melhorar o tráfego de veículos nas ruas e avenidas mais movimentadas da cidade. Trata-se da Operação Fluidez, que funciona com a presença de agentes reordenando o tráfego e com readequações no tempo semafórico. A medida já mostra resultados em pontos de formação de congestionamentos e morosidade. Medição realizada pelo Departamento de Engenharia de Tráfego (DET) aponta que, depois que as medidas foram adotadas, houve aumento de cerca de 25% na capacidade de circulação de automóveis nos horários de pico.


 

Além disso foi observada também uma queda de 10% no número de ligações para a Central de Monitoramento de Trânsito (CMT), com queixas sobre congestionamentos. Durante a Operação Fluidez são montados reforços de sinalização horizontal com cones para organizar e direcionar o fluxo de veículos. Os agentes de trânsito permanecem estrategicamente posicionados orientando os motoristas e também com o auxílio de motocicletas, para realizar deslocamentos rápidos em casos de ocorrências e reduzir o tempo de resposta de atendimento.


 

O DET realiza ainda a readequação do tempo semafórico, com ajustes de sincronismo e no tempo de abertura destes equipamentos. A operação conta ainda com três guinchos que dão suporte em casos de chamados de urgência. As ações da Operação Fluidez contam também com o suporte da Central de Monitoramento de Trânsito (CMT), que atua com dois sistemas independentes de semáforos sincronizados  e inteligentes, que trabalham em tempo real e monitoram 62 (de 350) cruzamentos na cidade, realizando a contagem de veículos e medindo a velocidade do tráfego com ajustes automáticos dos tempos dos semáforos. Estas medições são feitas por 52 câmeras e 350 laços detectores físicos e virtuais.


 

As estruturas com cones são montadas em três horários distintos (manhã, tarde e noite), variando entre locais analisados previamente. Entre os pontos que fazem parte da operação estão os principais trechos que apresentam lentidão nas avenidas Portugal, Santos Dumont, Arthur de Queirós, Antônio Cardoso, viaduto Ângelo Gaiarsa e rua Coronel Alfredo Flaquer (Perimetral). O trabalho de implementação se deu inicialmente com um minucioso estudo e contagem volumétrica dos veículos nas principais vias da cidade. Após esta medição foi realizada uma reestruturação completa nos horários das equipes de agentes de trânsito, o que possibilitou um maior número de funcionários em cruzamentos estratégicos.


 

O prefeito Paulo Serra aponta que ações como a Operação Fluidez, realizadas com planejamento e estratégia, revertem positivamente para o bem estar da população. "Não poupamos esforços para realizar melhorias na mobilidade urbana. Com medidas planejadas facilitamos o deslocamento das pessoas na nossa cidade e reduzimos o tempo que passamos no trânsito. Com eficiência e gestão dos recursos podemos mostrar resultados positivos para todos", destaca. 






Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados