Quarta-feira, 25 de Abril de 2018

Santo André
Publicada em 19/01/18 as 08:08h - 432 visualizações
Santo André realiza mutirão de vacinação contra febre amarela no dia 27 de janeiro
Administração municipal resolveu se antecipar e realizar o primeiro atendimento fora dos dias úteis; todas as unidades de saúde passarão a fornecer a vacina a partir do dia 25

Bianca Fontes


 (Foto: Júlio Bastos/PSA)

Santo André, 18 de janeiro de 2018 - A Prefeitura de Santo André realizará no dia 27 de janeiro um mutirão de vacinação contra a febre amarela, para contemplar as pessoas que precisam ser imunizadas e não podem procurar as unidades durante os dias úteis. Nesta data, no último sábado do mês, todas as unidades básicas de saúde da cidade fornecerão vacinas, das 8h às 17h. O objetivo é dar oportunidade para imunizar todos que necessitam.

 

Nesta quinta-feira (18), ocorreu uma reunião no Consórcio Intermunicipal Grande ABC, entre o Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE) do Estado de São Paulo e representantes das secretarias de saúde da região. Neste encontro, o GVE deu orientações operacionais para a campanha de vacinação contra a febre amarela, que começa no dia 25 de janeiro e contempla as sete cidades do ABC. A ação é preventiva, já que a região não possui áreas de risco. A partir desta data, todas as 27 unidades básicas de saúde da cidade passarão a fornecer vacina contra a febre amarela, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sem a necessidade de distribuição de senhas.

 

Para se vacinar, o munícipe precisa levar CPF, Cartão SUS e carteirinha de vacinação. A vacina é contra-indicada para diabéticos (que apresentem dificuldade em controlar o nível de glicemia); doadores de sangue; crianças com menos de 6 meses de vida; mães que estejam amamentando crianças menores de 6 meses; gestantes; pacientes com história pregressa de doença do timo (miastenia gravis, timoma); pessoas com reação alérgica grave ao ovo; pessoas que apresentaram reação de hipersensibilidade grave ou doença neurológica após dose prévia da vacina; transplantados e pacientes com doença oncológica em quimioterapia; imunossupressoras (quimioterapia, radioterapia, corticoides em doses elevadas); e pacientes em uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe).

 

Até o momento, Santo André já vacinou 4.075 pessoas contra febre amarela. O município não teve nenhum caso autóctone de febre amarela registrado neste ano e nem no ano passado, e não registrou nenhum caso importado confirmado da doença neste ano. Também não houve nenhum registro de macaco morto pela doença. A cidade não passa por surto da doença.

 

O mutirão que será realizado no dia 27 de janeiro terá como tema "Não vacile, vacine. Quem tem amarelo no peito, não tem Amarela no sangue", em alusão à cor do brasão da cidade de Santo André. Tanto no mutirão, quanto na campanha que começa no dia 25, serão aplicadas doses fracionadas da vacina, com o objetivo de se ampliar o número de pessoas imunizadas. Essas doses possuem a mesma composição da versão completa, e protegem contra a febre amarela. A diferença é que as doses aplicadas atualmente protegem pela vida toda, enquanto a dose fracionada é válida por oito anos.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados