Santo André
Publicada em 21/08/17 as 16:25h - 48 visualizações
Paulo Serra nega blindagem a secretária de Saúde
Prefeito tucano descartou ter orientado manobra e confirmou ida de Ana Paula a Câmara na quinta-feira

Montero Netto


 (Foto: Divulgação)

A sessão da Câmara de Santo André, desta quinta-feira (17), foi marcada pela polêmica em torno da possível blindagem que vereadores da situação estariam fazendo em torno da secretária de Saúde, Ana Paula Peña Dias. A ação teria como objetivo evitar que a gestora fosse convocada para, em plenário, responder aos questionamentos dos parlamentares e da população sobre o fechamento repentino das Unidades de Saúde realizado pelo prefeito Paulo Serra (PSDB). O travamento da pauta por três sessões consecutivas e a não votação dos Requerimentos, entre eles o que convocaria Ana Paula é o motivo que leva a bancada do PT a acreditar em manobra tucana para emperrar os trabalhos.

Diante disso o líder do governo, vereador Pedrinho Botaro (PSDB) explicou que a secretária já deu as explicações em reunião convocada por Serra, aberta a todos edis, descartando qualquer manobra. "Na verdade a pauta está travada porque projetos estão sobrestando uma situação normal não foi a oposição ou situação que causou isso". Botaro destacou que o prefeito convidou a todos os vereadores para uma reunião onde foi tudo explicado. "Então a gente não vê a necessidade da secretária estar vindo aqui", frisou.

Mas para a vereadora Bete TonobohnSiraque (PT) a situação está sim trabalhando para que o Requerimento não seja votado. "Eles estão obstruindo tanto que na última sessão o Pedrinho pediu pra adiar a pauta".

Controvérsia - O vereador Zezão (PSB), da base aliada, explicou de maneira clara a orientação do governo Serra. "Eles pediram pra gente não trazer a Ana Paula pois todos foram convidados para a reunião. Finanças pode chamar, qualquer outra secretaria pode chamar menos a Saúde. De outro lado, o petista Eduardo Leite lembrou que o governo tem dificuldade de explicar o inexplicável. "Nós fomos convidados para discutir melhorias na Saúde e não o fechamento das Unidades de Saúde. Eu cheguei no horário convocado e depois de uma hora de espera eu achei desrespeitoso e que não deveria ficar. Depois fui surpreendido com essa decisão unilateral que não comunicaram a ninguém. Desprezaram inclusive os Conselhos de Saúde que também foram prejudicados em sua responsabilidade e atuação", ressaltou. 

Entramos em contato com o prefeito Paulo Serra para saber a posição dele sobre o tema. Em nota o tucano destacou que não houve nenhuma determinação neste sentido vindo da Administração Municipal. "Infelizmente alguns que não aceitam a derrota das urnas insistem em politizar questões importantes da cidade. Diferentemente do PT, os secretários sempre que convidados irão à Câmara prestar esclarecimentos. Inclusive já foi marcada para quinta-feira, pela manhã, a ida da secretária de saúde à Câmara para esclarecer os vereadores que tiverem interesse em saber mais sobre o Qualisaúde", finalizou.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados