Santo André
Publicada em 27/07/17 as 12:37h - 62 visualizações
Reconstrução de ponte da avenida dos Estados segue em ritmo acelerado
No canteiro de obras, 18 vigas pré-moldadas estão sendo montadas e serão instaladas sobre o rio Tamanduateí, numa metodologia que agiliza a obra; previsão de entrega é em outubro

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

A reconstrução da ponte da avenida dos Estados realizada pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) ocorre em ritmo acelerado e dentro do cronograma. Atualmente, uma importante parte da construção se concentra no canteiro de obras, a cerca de 1 km do local da ponte, onde as 18 vigas pré-moldadas que serão usadas para a transposição do rio Tamanduateí estão sendo confeccionadas. A previsão é entregar a obra em outubro.

O uso de vigas pré-moldadas garante mais segurança e agilidade na execução da obra. No canteiro da obra, que fica ao lado da linha férrea, na avenida Queirós dos Santos, as vigas do tipo longarinas estão sendo montadas uma a uma com concreto armado e aço e serão protendidas, procedimento que aumenta a resistência. Nove já estão prontas. Cada uma tem 30 metros de comprimento. Finalizadas, elas vão ligar as duas margens do rio.

Tal método construtivo, além de mais rápido, é mais seguro, porque reduz a possibilidade de imprevistos no local da obra e evita que operários trabalhem por mais tempo sobre o rio, diminuindo riscos de acidentes.

 

Contenção de margens finalizada - Já no local da futura ponte, que fica na altura da rua Augusto Ruschi, a contenção das margens já foi finalizada, com a implantação de perfis metálicos e placas de concreto armado. Estão em andamento os trabalhos de fundação da estrutura, sendo que mais de 70% já foram concluídos. Ao final da obra, 44 estacas serão usadas na construção.

Cerca de 30 pessoas estão trabalhando na obra, entre funcionários da empresa contratada - pedreiros, carpinteiros, armadores, operadores de máquina, encarregados e ajudantes - e engenheiros do Semasa, que atuam na fiscalização para que tudo corra segundo cronograma.

A nova ponte terá um vão de 22 metros, mais adequado à atual vazão do rio. A estrutura antiga entrou em colapso em abril, após forte chuva que atingiu a Região Metropolitana de São Paulo. O Semasa iniciou a reconstrução imediatamente após o incidente, com a remoção dos escombros e o início do projeto para a execução da obra, que vai custar R$ 3,9 milhões e está sendo executada pela empresa Versátil Engenharia Ltda, por meio de contrato emergencial.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados