Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

Ribeirão Pires
Publicada em 22/01/18 as 11:49h - 72 visualizações
Ribeirão Pires reforça ações de combate à hanseníase
Durante campanha “Janeiro Roxo”, Prefeitura promove palestras e orientações sobre a doença na rede municipal de saúde

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires inicia nesta segunda-feira, dia 22, as ações da campanha "Janeiro Roxo - Todos contra a Hanseníase". Até o final do mês, a divulgação dos serviços de atendimento na rede municipal de saúde será reforçada, com o objetivo de alertar a população sobre o que é a doença, seu diagnóstico e tratamento.

 

Como forma de conscientizar a população, as equipes do Serviço de Atenção Especializada do Ambulatório de Infectologia promoverão, nas Unidades Básicas de Saúde da cidade, palestras, com a distribuição de materiais informativos. No período, os moradores serão alertados sobre sinais e sintomas da hanseníase. A Secretaria de Saúde e Higiene realizará busca ativa para o diagnóstico precoce e, ainda, atividades educativas para o enfrentamento do estigma e da discriminação relacionados à doença.

 

"Hanseníase tem cura e, com informação e diálogo aberto, podemos ampliar o tratamento de casos e contribuir para a redução da transmissão da doença. O tratamento é feito com antibiótico, disponível gratuitamente na rede", explica a coordenadora do Programa Municipal IST/AIDS de Ribeirão Pires, Nanci Garrido Butin.

 

A hanseníase é causada por uma bactéria que afeta os nervos, levando à perda ou diminuição da sensibilidade ao toque, à dor, ao frio ou calor, além de causar formigamentos e dormências. A transmissão da doença se dá por meio das vias respiratórias, por tosse e espirro. O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas é longo, variando entre 2 até mais de 10 anos. A hanseníase pode causar deformidades físicas, que podem ser evitadas com o diagnóstico e tratamento.

 

"É muito importante reforçarmos a divulgação das informações sobre o que é a doença, como diagnosticá-la e tratá-la. O conhecimento é a melhor forma de prevenção. Moradores que identificarem sintomas da hanseníase devem estar atentos e buscar atendimento na UBS mais próxima de sua residência ou no Serviço de Atenção Especializada", destaca a secretária de Saúde e Higiene, Patrícia Freitas.

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados