Sábado, 18 de Agosto de 2018

Ribeirão Pires
Publicada em 19/01/18 às 08:49h
Nota de esclarecimento – Vacinação contra a febre amarela (Atualização em 18 de janeiro)

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires reforça aos moradores que a cidade não é área de risco de febre amarela, já que não há casos confirmados da doença no município.

 

Em reunião com o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo nesta quinta-feira, dia 18, foi confirmado o período da campanha de vacinação contra a febre amarela - entre os dias 25 de janeiro (próxima quinta-feira), até 24 de fevereiro.

 

No período da campanha, a vacinação será direcionada a toda a população com idade a partir de 9 meses, respeitando as orientações das autoridades de saúde e observando-se as contraindicações da aplicação da vacina.

 

O número de doses enviadas pelo Estado à Ribeirão Pires será confirmado no início da próxima semana. O esquema de vacinação em Ribeirão Pires será definido e divulgado pela Prefeitura nos próximos dias, com orientações aos moradores.

 

Em Ribeirão Pires, até a presente data, a vacinação é aplicada para quem viaja ou trabalha em áreas onde há casos confirmados da doença, seguindo a recomendação da Saúde Estadual.

 

Macacos não transmitem febre amarela!


Com a massificação da divulgação sobre casos de macacos infectados pela febre amarela, cresceu o número de casos registrados de maus tratos a estes animais.


A Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires esclarece aos moradores que os macacos não são transmissores da febre amarela. Pelo contrário. Eles são o que se chama de "sentinela": quando há casos de febre amarela entre macacos, este é um sinalizador da presença da doença sendo transmitida por mosquitos aos humanos. Com este "aviso", as autoridades de saúde ganham tempo na adoção de medidas contra a doença.


Casos de animais encontrados mortos ou doentes devem ser reportados à Secretaria de Saúde e Higiene, por meio do Centro de Controle de Zoonoses.

Matar animais é crime previsto pela legislação ambiental, com penalidades que vão da aplicação de multa até um ano de detenção.  




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados