Ribeirão Pires
Publicada em 28/06/17 as 11:04h - 18 visualizações
Humanização do atendimento é destaque em ação pelo Dia Internacional de Combate às Drogas
Prefeitura de Ribeirão Pires promoveu atividade para ampliar debate sobre cuidados aos usuários do CAPs Álcool e Drogas da cidade

Divulgação


 (Foto: Sandra Àrtico)

Em comemoração ao Dia Internacional de Combate às Drogas, celebrado nesta semana, a Secretaria de Saúde e Higiene da Prefeitura de Ribeirão Pires promoveu atividade para debater o tema "Drogas na sociedade: problema de quem?". O evento, que aconteceu nesta terça-feira, dia 27, no Ribeirão Pires Futebol Clube, reuniu cerca de 170 profissionais de saúde da rede municipal, pacientes, familiares e convidados da cidade e de municípios vizinhos.

 

Durante a atividade, foi realizada série de apresentações relacionadas à saúde mental, consumo e combate às drogas. "Este foi um momento muito bom de discussões, no qual os usuários do Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas da cidade puderam interagir com os palestrantes. A importância de termos olhar cuidadoso com esses pacientes, tratando o uso das drogas como uma questão de saúde e não os tratando como criminosos, foi um dos pontos destacados nas ações para redução de danos", explicou a psicóloga e coordenadora do CAPS AD de Ribeirão Pires, Rosemeire Aparecida Gonçalves.

 

A programação de palestras contou com a participação do delegado da Polícia Civil Marcos Duarte, que abordou questões relacionadas sobre os tipos de drogas ilícitas, efeitos e prevenção. A psicóloga e gerente do CAPS AD III de Santo André, Carol Patrian, tratou sobre a redução de danos do consumo das drogas. Thiago Almeida, que é Referência Técnica da República Terapêutica Infanto Juvenil de Mauá, falou sobre drogas na infância e na juventude e funcionamento da entidade República Terapêutica. Já a socióloga Elizabeth Henna apresentou o Fórum Popular de Saúde Mental do ABCDMRR - grupo formado por gestores, técnicos, usuário se seus familiares que debatem saúde mental na região.

 

"Tivemos a oportunidade de chamar a responsabilidade dos mais variados setores sobre o combate às drogas, como a saúde, a educação, a assistência social e a segurança pública. Esse é um problema de todos e precisamos discutir as soluções de forma conjunta", avaliou a coordenadora do CAPS AD.

 

Entre as palestras, o grupo musical Amor Verdadeiro, que conta com a participação de pacientes do CAPS AD, se apresentou aos participantes do evento. Usuários do Centro de Apoio também deram depoimentos sobre suas experiências no tratamento contra as drogas. 

 

Atualmente, o Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas da Prefeitura atende 80 pessoas - homens e mulheres acima de 18 anos dependentes de álcool, crack e outras drogas. No local, os pacientes recebem orientações, participam de oficinas e de grupos de terapia, além de receberem atendimentos individuais por profissionais da saúde mental.

 

"A prevenção é sempre a melhor estratégia e é muito importante discutirmos de que forma podemos contribuir para evitar o consumo dessas substâncias. Além disso, a rede municipal de saúde de Ribeirão Pires está de portas abertas para acolher moradores que fazem uso de drogas ou abuso de álcool, garantindo apoio e atendimento especializado aos pacientes", declarou a Secretária de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, Patrícia Freitas.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Evolução e Mulher Determinada
Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 9 7240-3561 / (11) 9 6012-4549 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados