Mauá
Publicada em 21/08/17 as 16:29h - 36 visualizações
Após impasse Sama e Sabesp negociam débito
Risco de corte no fornecimento da concessionária para a cidade acabou quando acordo foi firmado entre Prefeitura e Sabesp depois de semana tensa

Paloma Carlos


 (Foto: Divulgação)

Após uma semana tumultuada com o anúncio da Sabesp de que reduziria em 10% o fornecimento de água para Mauá, caso não ocorresse o pagamento de uma dívida de R$ 2,5 bilhões, a situação parece estar perto de ser solucionada. A prefeitura de Mauá e a Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) informaram nesta sexta-feira (18) que já estão negociando sua dívida, para evitar que os moradores sofram com a redução.

A Sabesp alega que, desde 1996 a autarquia municipal vem pagando valores inferiores aos faturados, e que em 2012 essa situação ficou ainda pior. Segundo a concessionária o Sama passou a pagar em torno de 2% a 4% do valor devido, mesmo com a população pagando suas contas em dia. A Sabesp abriu processo contra o município, alegando que vem tentando negociar o débito há alguns anos, mas que as gestões que já passaram pela Prefeitura não apresentavam quaisquer propostas para resolver a situação.

Nas últimas semanas a situação se complicou para Mauá.  A juíza da 1ª Vara Cível de Mauá, Dra. Maria Eugênia Pires Zampol, decidiu que a Sabesp poderia realizar o que estava previsto no contrato com a Sama. "A Sabesp impetrou um mandado de segurança contra a decisão do Sama, e na decisão a juíza sugeriu que a Sabesp deveria executar o previsto no contrato entre a Sabesp e a autarquia de Mauá, na hipótese de não pagamento (inadimplência). A decisão deixa claro que a Sabesp deveria promover a redução de 10% no fornecimento de água ao Sama", informou em nota a assessoria de imprensa da Sabesp.

Vale lembrar que a Sabesp afirmou ter enviado no último dia 9 uma notificação à prefeitura de Mauá informando que, caso o pagamento não acontecesse em até 30 dias a redução do fornecimento realmente aconteceria, mas o Sama não tinha demonstrado interesse em negociar.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados