Mauá
Publicada em 06/01/16 as 14:26h - 219 visualizações
Donisete Braga pede à SABESP fim de divida da SAMA em aporte de R$ 153 mi

Da Redação


 (Foto: Divulgação)

Para garantir o abatimento da dívida de R$ 1,8 bilhão da Sama com a Sabesp, o prefeito Donisete Braga (PT) propôs que a empresa estadual assuma os investimentos no setor previstos para conceder à iniciativa privada, por meio de PPP (Parceria Público-Privada), estimados no edital em R$ 153 milhões.

A proposta coloca a PPP em segundo plano e abre caminho para que a Sabesp reassuma os serviços de distribuição de água no município. Mas esse processo só se concretizará se a estatal garantir a modernização do precário sistema de tubulação (obras projetadas pela PPP) e a amortização total do passivo da Sama com a Sabesp referente à quebra do contrato com a empresa na época da municipalização do serviço, em 1995, e à diferença do metro cúbico de água vendido pela companhia estadual à autarquia mauaense.

O serviço de abastecimento no município é gerenciado pela Sama. A autarquia, que compra água no atacado da Sabesp, enfrenta problemas financeiros e não possui poder de investimento para melhorar a distribuição de água na cidade, que sofre com furtos e perdas por conta da arcaica rede, que começou a ser instalada na década de 1970.

Com investimentos estimados em R$ 153 mi, ao longo de 30 anos, a PPP é considerada como solução para o impasse. A iniciativa, entretanto, pouco avançou por conta de diversas representações no TCE (Tribunal de Contas do Estado) contra o edital da concessão.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados