Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

Brasil
Publicada em 31/07/18 às 13:35h
Sérgio Moro cobra explicações da defesa de Cândido Vaccarezza

Matheus de Godoy


 (Foto: Reprodução)

Nesta semana o juiz federal Sérgio Moro solicitou explicações à defesa do ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, que foi solto no ano passado após a acordar o pagamento da fiança no valor de R$1,5 milhão, que nunca foi quitada pelo político.


O ato do magistrado acontece após o ex-membro do legislativo abrir uma vaquinha online para arrecadar fundos para sua campanha ao Congresso Nacional. Ele é pré-candidato a deputado federal pelo Partido Avante.


Moro também pediu a manifestação do Ministério Público Federal para que dê as explicações em um prazo de três dias. A defesa do político informou que só irá se manifestar após a decisão da justiça.


Lembrando que ele havia sido preso provisoriamente durante a 44ª fase da Operação Lava Jato, batizada como “Abate”, deflagrada em agosto do ano passado. Cândido acabou solto quatro dias mais tarde pelo próprio Sérgio Moro, que determinou algumas medidas cautelares, além do pagamento da fiança.


O pagamento deveria ter sido feito dez dias após a saída do regime fechado. Quase um ano mais tarde, a dívida nunca foi acertada com a Justiça Brasileira. Até o momento, não há processo judicial contra Vaccarezza em andamento no âmbito da Lava Jato.

 

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2018 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados