Brasil
Publicada em 31/05/17 as 15:23h - 49 visualizações
Prefeitura de São Paulo investe contra a Cracolândia
No domingo 53 pessoas foram detidas pelas polícias Cívil e Militar

Carolina Martinez


Praça Princesa Isabel é um dos novos pontos de encontro dos dependes químicos da Cracolândia  (Foto: Fotos Públicas)

No último domingo (28) a gestão do prefeito João Dória (PSDB) realizou uma grande operação contra o tráfico de drogas na região da Cracolândia em São Paulo.  Ao todo, 900 homens da polícia civil e militar investiram contra os usuários de entorpecentes e detiveram ao menos 53 pessoas. A ação foi tomada meses após o tucano anunciar o fim do programa Braços Abertos, lançado na gestão do ex-prefeito Haddad (PT). "A Cracolândia aqui acabou, não vai voltar mais. Nem a Prefeitura permitirá, nem o governo do Estado. Essa área será liberada de qualquer circunstância como essa. A partir de hoje, isso é passado. Vamos colocar câmeras de monitoramento", disse Doria após ação da polícia.

Um dos efeitos colaterais da investida contra os usuários de drogas nesta região, foi a dispersão dessas pessoas para outras vias da cidade, como por exemplo para as ruas Aurora, Helvétia, Dino Bueno, Barão de Piracicaba e Avenida Rio Branco. Ainda no dia da ação, os usuários se aglomeraram nestes locais e fizeram uso de álcool e drogas, muitos deles se encontram postos de gasolina.

João Dória anunciou em maio o lançamento do programa Redenção, que oferecerá moradia longe do "fluxo" de drogas e possibilidade de internação para tratamento clínico.

De acordo com o balanço divulgado pela prefeitura de São Paulo, no ano de 2016, 62% dos dependentes químicos da Cracolândia eram homens contra outros 38% do sexo feminino. Os usuários negros e pardos somavam 78%.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados