Brasil
Publicada em 17/10/16 as 11:25h - 113 visualizações
Quase 25% das Câmaras Municipais não terão nenhuma vereadora
Com o aumento irrisório, as mulheres continuam com pouca representatividade

Natan Silva


 (Foto: Divulgação)

As eleições de 2016 garantiram um maior espaço para as mulheres na política, porém esse aumento foi quase insignificante e ainda se mantém o quadro de pouca representatividade das mulheres nas câmaras municipais.

De acordo com um levantamento feito pela Folha de São Paulo com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2012 as mulheres conquistaram 13,34% das cadeiras, enquanto em 2016 esse índice aumentou para 13,50%. Também houve uma queda no índice de câmaras exclusivamente masculinas, de 24% para 23,2%, nos mesmos anos.

Entre os motivos responsáveis por essa diferença, pesquisadoras de representação política feminina apontam a falta de penalidades para o desrespeito à regra. Ainda pode-se incluir a falta de recursos - dinheiro, apoio político e tempo na TV. Este ano, por exemplo, os partidos destinaram 30% mais recursos aos homens em relação ao repassado às mulheres.

Para aumentar a presença das mulheres nos cargos legislativos, desde de 2009 a lei eleitoral exige que cada partido ou coligação possua no mínimo de 30% e máximo de 70% de candidaturas para cada sexo.


No Grande ABC

Quadro das sete cidades não possuem nenhuma vereadora, Diadema (21 vereadores), Mauá (23 vereadores), Ribeirão Pires (17 vereadores) e Rio Grande da Serra (13 vereadores). Santo André possui duas vereadora (Elian Santana e Prof. Bete Tonobohn Siraque + 19 vereadores), enquanto São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul possuem uma vereadora cada (Ana Nice + 27 vereadores e Sueli Nogueira + 18 vereadores respectivamente).




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
Jornal Divulgação Exata - (11) 2897-5833 - redacao@jornalexata.com.br
Copyright (c) 2017 - Jornal Divulgação Exata - Todos os direitos reservados